01 janeiro 2006

rua José Falcão

durante dezenas de anos não ouvi a música deste acordeão.
mas a imagem é a mesma que há quarenta anos atrás.
dezembro 2005

1 comentário:

evaxxx@gmail.com disse...

sempre dei moeda ao ceguinho sempre que por lá passava com a minha bisavó falecida em 97.

a minha mãe e o meu tio recordam-se do mesmo ritual, mas nunca a vimos dar-lhe uma moeda.

saudades de passar nessa rua, com o sonho de um dia ter uma criança não mão e dar uma moeda para o ceguinho...

é o porto sentido que nos enche de alma.